Um blog dedicado à pesquisa do ensino de inglês a crianças. É uma leitura interessante recomendada a professores, pesquisadores e pais.

terça-feira, 29 de março de 2011

Dilema: Como avaliar o desenho dos alunos?

É muito comum propor atividades de desenho para os alunos da Educação Infantil ao 2º ano do Ensino fundamental I, imagine isso em uma prova...


É uma dúvida cruel! Se é um desenho trabalhado, se foi devidamente colorido (pintado) ou se eles escreveram os nomes do que desenharam?

Para a 'teacherzinha' aqui funciona assim:
1) tá tudo lindo e caprichado? Nota máxima!
2) tá desleixado e feito de qualquer jeito? Tira algum pontinho para seu aluno perceber que você gosta de capricho!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Verificação de aprendizagem - Maternal

A turma do maternal estudou as cores yellow, blue e red. E como eles não fazem prova, na última aula tivemos o assessment (avaliação) que vem no livro. Mas...



eles ainda não têm livros... oh-my-god! Não me desesperei, cortei três círculos do tamanho de um prato de EVA nas três cores e fui para a escola: Colei no chão e pedia que eles pulassem em cada bolona quando Ms Passos dissesse a cor - dito e feito, eles foram maravilhosos e a minha improvisação funcionou muito bem.

Três vivas para a criatividade da 'teacherzinha' aqui!

sábado, 26 de março de 2011

A 'redescoberta' de aprender pelo prazer

Fonte: Palestra 'Os perigos de motivar estressando' por Guilherme Davoli.



Algumas dicas para ajudar os seus filhos a encararem a vida positividade e realismo e estabelecer um bom relacionamento com eles:

* Devemos preparar as crianças para conviver com as diferenças da vida: Nem sempre ganharemos, a vida real é assim! Vamos valorizar o que nossos filhos fazem de bom e não apontar os seus defeitos apenas.

* Quando seu filho fizer uma pergunta, antes de dar uma resposta pronta pergunte a ele - O que você acha que é? Então diga a ele se o que ele disse está certo ou não. E se necessário complemente a resposta dele, deixando bem claro que o que ele disse foi importante.

"A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio."
Martin Luther King

* Exigir uma atuação padrão dos filhos é um caminho improdutivo; cada um é um, com o seu próprio tempo lógico e psicológico e cada um tem a sua maneira de lidar com o conhecimento.

* Os nossos filhos não são diferentes dos filhos dos outros, eles somente são os nossos e não precisam ser perfeitos.


A 'teacherzinha' aqui gostou muito da palestra, é bom repensar nosso papel de pai e mãe e educador(a)!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Livro Jump! - Editora Saraiva


Jump! 1
(Coleção Jump! 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental)
Autoras: Eliana, Maria Clara e Neusa
Ed. Saraiva

Conheci essa coleção quando ela foi totalmente reformulada e relançada em 2007. A primeira coisa que me chamou atenção foi o próprio nome do livro: Jump! (Pulo ou Pular). Dá a idéia de algo positivo: pular literalmente falando e no sentido de dar um salto no conhecimento.
Outra coisa criativa e interessante foi a ilustração das capas: cada livro tem uma letra da palavra JUMP e o último tem a exclamação que faz parte do nome.
O livro é muito bom, na época eu selecionei ele entre outros também muito bons que conheci naquele ano. O que levei em consideração na escolha da coleção Jump! foi: o perfil da escola (Inglês é um diferencial mas é uma matéria secundária), além disso, a quantidade de alunos (muitos...uns 25 a 30) por turma e a carga horária (1 aula de 1hora por semana).

Vantagens da coleção segundo o site da Editora Saraiva:

* Material cujo ponto forte é a motivação através de atividades lúdicas e instigantes e de temas atuais ligados aos interesses e à vivência do aluno da faixa etária.

* Versátil, fácil de ser trabalhado com turmas grandes.

* Rico em propostas de trabalho, com vários tipos de exercícios contextualizados e atividades lúdicas que promovem a interdisciplinaridade.

* Oferece variedade de materiais de apoio para o professor e para o aluno: adesivos, material cartonado, projetos para datas comemorativas, readers, CD-áudio e, exclusivo para o professor adotante, CD-Rom e flash cards.

* Conteúdo cuidadosamente dosado para o ano letivo das escolas brasileiras.


Concordo com essa informações e acrescentaria: tem muito áudio - adoooooro. Poupa a voz entrete os alunos para que aula fique mais interessante e lúdica.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Como começar a ensinar Inglês ao seu filho - Primeiras aulas + Download


Comecei a ensinar Inglês a minha filha quando ela tinha 3 anos.

Primeiramente, não sabia bem por onde começar, então baixei o livro On the road through preschool da internet. Então eu o imprimi, encadernei e comecei a ler as instruções.
O próximo passo foi comprar os materiais (no livro tem a lista de materiais necessários!). Bom, aí entrou a parte 'teacher' de ser e eu fiz o planejamento das aulas. Inicialmente eram bem simples e com o tempo fui encrementando e deixando as aulas mais interessantes.

Faça o download do livro On the road through preschool aqui.


Confira os primeiros lesson plans:

Class 001 – 05-12-08
Page: 14
Aim: Getting started
Goal: Decorate two boxes
Procedures: Show all the material we are going to use on the classes; decorate along with her the boxes; organize the supplies in one of the boxes.
Class 002 – 06-12-08
Page: 15
Aim: Colors – red and blue
Goal: Introduce the new colors
Procedures: Show objects on the target color saying the name of the colors; show a card with its name colored; match the card with the object; ask her to color the book.

Class 003 – 07-12-08
Page: 16
Aim: Colors – yellow and green
Goals: Review the colors blue and red and introduce the color yellow and green.
Procedures: Show the objects in red and the card; show the objects in blue and the card; now the yellow one and then green; show objects in the four colors and ask her to match the cards along with the objects; ask her to color the book.

Class 004 – 08-12-08
Page: extra material – my first coloring book
Aim: The colors – red, blue, yellow and green
Goal: Review all the colors
Procedures: Show the pages and tell what she’s going to do; show the crayons in the four colors and ask her to match with the cards, put on some paint in the paint container, giver the paint brush and ask her to color color by color, there’s one extra picture for her to paint.

Class 005 – 08-12-08
Page: extra material – my first coloring book
Aim: The colors red, blue, yellow and green
Goal: Review all the colors
Procedures: Show the colors and say their names, ask her to glue sequins on the pictures.

terça-feira, 22 de março de 2011

Modelo de prova de Inglês para crianças

Andei sumida, estou em fase de prova em uma das escolas que dou aulas


Depois de passar alguns dias na fase de elaboração das provas, agora estamos na fase de aplicação e depois vem a fase de correção. Oh-my-god!
Como trabalha essa teacherzinha! As provas são para os alunos do ensino fundamental, educação infantil não faz prova. O próprio livro (My first English Adventure) traz no fim da unidade uma lição que é a verificação de aprendizagem.

Baixe aqui um modelo de prova de Inglês para crianças do 2º ano do Ensino Fundamental I.

domingo, 20 de março de 2011

Dia do blogueiro



Essa eu não sabia, descobri através do blog Desbagunçando. Parabéns a todos os blogueiros e blogueiras!

Outra informação que descobri navegando nos blogs que eu sigo foi que as mães blogueiras de Sergipe estão se organizando para se reunir no mês que vem, através do blog Coisa de garotos (adoooooro)


A 'teacherzinha' não sabe se vai, mas gostou da idéia. Boa semana para todos!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Educai as crianças e não será preciso punir os homens

Pitágoras

Gostaria que as pessoas que trabalham com educação de crianças já leram essa frase alguma vez na vida. Lembro o dia que li essa frase pela primeira vez na minha vida. Eu era criança e estava andando de ônibus com a minha mãe. Essa linda frase estava pintada na frente de uma escola pública aqui em Aracaju.
Lembrei dela esses dias porque passei por uma situação bem desagradável essa semana:
Eu e minha filha chegamos dez minutos atrasadas para a aula de natação que ela faz à tarde na escola , sendo que nós raramente chegamos atrasadas. Bem, aí os funcionários deram o recado que eles foram orientados a passar aos atrasados:

"Olha eu vou liberar a entrada só hoje, viu? Da próxima vez não vai poder entrar."

Eu tive tanta raiva, acho que essa não é maneira de estimular as crianças a chegar cedo ou pelo menos no horário, nas aulas.

Se nós punimos as crianças, o que faremos com ela quando ela ficar adulto?

Para evitar o excesso de atrasos, o coordenador responsável por esse departamento da escola deveria fazer uma campanha educativa. Ele deveria lembrar que o ambiente de trabalho dele é uma escola, onde a primeira alternativa que ele deveria lançar mão deveria ser educar e não punir.
A imagem que eu tenho da escola é: um local de acolhimento onde as crianças encontram um ambiente sadio e seguro para serem educadas como um todo. Se na prática desportiva que ela pratica por livre e espontânea vontade, ela é obrigada a passar por esse tipo de tensão, imaginem a imagem que ela fará da escola.

A 'teacherzinha' aqui pensa como os ingleses, pontualidade é tudo!

quarta-feira, 16 de março de 2011

Brincando com play dough na aula de Inglês

Para alunos do maternal, brincar de massinha é uma brincadeira, para nós educadores, uma maneira lúdica de trabalhar a coodenação motora.


A intenção da atividade é ensinar as cores mas, a utilidade dela é bem mais profunda, eles desenvolvem outros aspectos como 'share' e 'realize you're part of a group' já que fazem a tarefa ao mesmo tempo.

Alguns comandos para aula com massinha de modelar:

Para fazer a cobrinha: Back and forth (para trás e para frente)
Para fazer a bolinha: Roll and roll... (enrola, enrola)

A 'teacherzinha' aqui cansou de tanto sentar no chão hoje... Ms Passos tá ficando velha!

terça-feira, 15 de março de 2011

Quando os alunos acham graça da palavra 'Page'

A professora chega numa tarde ensolarada de Terça-feira para dar aula de Inglês na sala do 5º ano e de repente...


Após saudar alegremente seus alunos com "Hello! Good Afternoon!", diz inocentemente: "Open your books to page twenty!", dá para imaginar o que pode acontecer??

Ok, eu conto para você, meu bem!

A pronuncia de Page /pei/ é a mesma de 'peide' no Português made in Sergipe (e a 'teacherzinha' aqui é uma sergipana de Pedigree).

Dá para imaginar, querido (a) leitor (a)? Os alunos rindo da situação e repetindo 'page' (no sentido em português, claro)...

'Que fria... e agora como sair dessa? (!)'

Tudo bem, a solução pode ser bem mais simples do que pode parecer: aí está uma situação bem interessante para explorar a diferença que as palavras em Inglês têm em relação a pronúncia e a escrita.

Dica para se sair de situações do gênero: Não fique enverganhada (a) querido 'teacherzinho', encare numa boa e tente tirar um bom proveito dessas observações engraçadinhas se acontecer algo parecido em suas aulas.

A 'teacherzinha' aqui já tinha isso em mente antes da aula...
só estava esperando algum dia isso acontecer...
he, he, he!

domingo, 13 de março de 2011

O lúdico na aula de Inglês - usando vídeo

De todos os recursos, o vídeo é sem dúvida o mais interessante e envolvente. Se você tiver acesso a Internet mostre o vídeo direto do You Tube, se não baixe e salve em um Cd em formato de VCD e use a TV e o DVD.
Eu gosto de mostrar direto do meu Notebook porque eu não confio muito em tecnologia. Mas só dá para fazer isso com uma turma pequena.



A 'teacherzinha' está ocupadíssima esse fim de semana, passei só para dar um Hello.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Aula de Inglês usando 'Realia'

Que tal se ao invés de usar flashcards fossem utilizados brinquedos de verdade para introduzir a unidade sobre TOYS?

Eu sei, você deve estar pensando, querido leitor, que trabalheira que isso vai dar, né não? Mas pense um pouco no quanto seria significativo para a criança segurar um carrinho de brinquedo e aprender que se diz CAR em inglês. Ele terá essa memória para sempre!

O uso de reallya enriquece a aula e a torna mais lúdica. Pensar a aula no ponto de vista da criança pode transformar uma aula legal mas sem grande engajamento em uma aula super divertida e inesquecível!

Pense nisso.

A 'teacherzinha' aqui tá filosofando demais...

segunda-feira, 7 de março de 2011

Brincadeiras e jogos - Simon says

Essa brincadeira envolve os alunos, vale a pena tentar!

Não sabe o que mais inventar para entreter os alunos? Simon says!

Você precisar de: animação e a voz em bom estado!

Explique a brincadeira de forma clara e objetiva: Vocês vão obedecer as ordens que eu disser em inglês, toda vez eu vou começar falando Simon says... Quem errar sai da brincadeira, o último vence. (eles não têm muita paciência para explicações longas). Escreva no quadro 'Simon says...' e então começe a brincadeira sempre iniciando por Simon says...

Para fazer a brincadeira mais interessante e desafiadora, dê uma ordem sem dizer Simon says - eles vão obedecer, aí você diz: não falei Simon says... Então você pode dizer que todo mundo pode voltar para a brincadeira ou terminar a brincadeira por hoje, depende do tempo de aula que você disponível!

A 'teacherzinha' aproveitou o carnaval para recuperar a voz!

domingo, 6 de março de 2011

Minhas primeiras 1000 Palavras em Inglês

Minhas primeiras 1000 Palavras em Inglês
Um dicionário ilustrado com seus personagens Disney.Pixar favoritos
Editora: Edelbra


Eu comprei esse livro há uns 3 anos atrás e a minha Debi adora, ele traz o vocabulário dividido por temas como essa página acima que mostra o nome dos legumes e verduras. A história da Cinderela é a referência da Disney para esse tema. É muito legal a companhia dos personagens da Disney para aprender Inglês.

A 'teacherzinha' ama a Cinderela...a dream is a wish your heart makes...

quarta-feira, 2 de março de 2011

Aula de Inglês na Educação Infantil - Primeiras semanas

Querido leitor, dar aula a criança pequena dá trabalho, mas é tão bom!

Na primeira vez que eu fui dar aula para os meus alunos menores (2 a 3 anos) não consegui falar com todos de uma vez só. Bem, na verdade ainda preciso melhorar muito as minhas técnicas com eles (e vou, mas vou mesmo!). O fato é que hoje acredito que achei a luz que estava procurando e espero que esteja no caminho certo.
A aula foi dividida em 3 partes: 1ª parte - cumprimentar os alunos e mostrar o livro, o Mickey e coisa e tal, 2ª parte - tocar músicas, aí ficou legal porque houve uma participação de quase todos os alunos e finalmente 3ª parte - atividade de colorir - yellow!
Para introduzir a cor eu usei balões amarelos. Um detalhe básico: tive que encher um balão para cada criança (quase morri de tanto soprar!) mas adorei fazer isso e adorei dar uma aula legal para eles. Ok, tenho que melhorar e muito, mas estou no caminho certo... será?!

A 'teacherzinha' é maluquinha por criança fofa!

terça-feira, 1 de março de 2011

Brincadeiras e jogos - Mime game


Fazer mímica é uma estratégia para quando o professor precisa verificar o aprendizado


Vários conteúdos podem ser usados numa brincadeira como esta: o Mimi game pode ser customizado facilmente.

Vou exemplificar com Clothes.

Você vai precisar de: bom humor e imaginação. Se tiver tempo de sobra, leve-os para a quadra ou pátio da escola.


Comece dizendo que esqueceu como se diz algumas palavras e Inglês e precisa da ajuda deles já que eles têm 'good memory' e você 'bad memory'.

Faça as mímicas de maneira engraçada e detalhista. Aponte para o aluno que falar a resposta certa acenando então passe para a outra palavra.

A 'teacherzinha' aqui é muito palhaça em sala de aula!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...